Horários de Missas

Segunda-feira à Sexta-feira: 7h30, 12h10 e 18h

Sábados: 9h30, 12h e 16h  

Domingos: 9h30, 11h, 12h30, 18h30

 

Evangelho do dia › 18/11/2016

6ª-feira da 33ª Semana Tempo Comum

1ª Leitura – Ap 10,8-11

Peguei o livrinho e comi-o.
Leitura do Livro do Apocalipse de São João 10,8-11 8
Aquela mesma voz do céu,
que eu, João, já tinha ouvido,
tornou a falar comigo:
‘Vai. Pega o livrinho aberto da mão do anjo
que está de pé sobre o mar e a terra.’
9 Eu fui até ao anjo
e pedi que me entregasse o livrinho.
Ele me falou: ‘Pega e come.
Será amargo no estômago,
mas na tua boca, será doce como mel’.
10 Peguei da mão do anjo o livrinho e comi-o.
Na boca era doce como mel,
mas quando o engoli,
meu estômago tornou-se amargo.
11 Então ele me disse:
‘Deves profetizar ainda
contra outros povos e nações, línguas e reis’.
Palavra do Senhor.

Salmo – Sl 118 (119),14. 24. 72. 103. 111. 131 (R. 103a)

R. Como é doce ao paladar vossa palavra, ó Senhor!
14 Seguindo vossa lei me rejubilo *
muito mais do que em todas as riquezas. R.

24 Minha alegria é a vossa Aliança, *
meus conselheiros são os vossos mandamentos. R.

72 A lei de vossa boca, para mim, *
vale mais do que milhões em ouro e prata. R.

103 Como é doce ao paladar vossa palavra, *
muito mais doce do que o mel na minha boca! R.

111 Vossa palavra é minha herança para sempre, *
porque ela é que me alegra o coração! R.

131 Abro a boca e aspiro largamente, *
pois estou ávido de vossos mandamentos. R.

Evangelho – Lc 19,45-48

Fizestes da casa de Deus um antro de ladrões.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 19,45-48 Naquele tempo:
45 Jesus entrou no Templo
e começou a expulsar os vendedores.
46 E disse: ‘Está escrito:
‘Minha casa será casa de oração’.
No entanto, vós fizestes dela um antro de ladrões.’
47 Jesus ensinava todos os dias no Templo.
Os sumos sacerdotes, os mestres da Lei e os notáveis do povo
procuravam modo de matá-lo.
48 Mas não sabiam o que fazer,
porque o povo todo ficava fascinado
quando ouvia Jesus falar.
Palavra da Salvação.

Reflexão – Lc 19, 45-48

Existem muitas pessoas que se vangloriam do fato de participar ativamente da Igreja, possuir ministérios ou ter um cargo importante na comunidade eclesial. Mas infelizmente, existem pessoas que usam do fato da pertença na comunidade para substituir as relações de serviço por relações de poder, para dominar, oprimir, buscar promoção pessoal e desvalorizar as outras pessoas que fazem parte da comunidade. A religião para essas pessoas é uma forma não de adorar ao Deus vivo e verdadeiro, mas sim de promover o culto a si próprio e buscar a satisfação dos seus próprios interesses. A esses diz Jesus: “sofrerão a mais rigorosa condenação”.

Fonte: CNBB