Horários de Missas

Segunda-feira à Sexta-feira: 7h30, 12h10 e 18h

Sábados: 9h30, 12h e 16h  

Domingos: 9h30, 11h, 12h30, 18h30

 

Notícias › 28/02/2018

Conselho Missionário Nacional prepara assembleia

Os membros da equipe executiva do Conselho Missionário Nacional (Comina) estiveram reunidos na última quinta, 22 de fevereiro, na sede das POM em Brasília. A equipe é composta por Dom Esmeraldo Barreto de Farias, presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da CNBB e Presidente do COMINA, Pe. Antônio Niemiec, assessor da mesma Comissão e secretário-executivo do COMINA, Pe. Maurício Jardim, diretor das POM, Ir. Maria Inês Vieira Ribeiro, presidente da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), Pe. Jaime Gusberti, secretário executivo do Centro Cultural Missionário (CCM), Ir. Maria Irene Lopes dos Santos, assessora da Comissão Episcopal para a Amazônia, e um representante do Conselho Indigenista Missionário (Cimi).

O objetivo da reunião foi preparar a assembleia do Comina que acontecerá nos dias 16 a 18 de março, em Brasília, no Centro Cultural Missionário (CCM) e nas Pontifícias Obras Missionárias (POM). Essa assembleia quer recolher as sugestões que já foram apresentadas e discutidas ano passado, em Recife, ao final do Congresso Missionário Nacional. Na época foi realizada reunião com os coordenadores dos Conselhos Missionários Regionais (Comires) e surgiu a necessidade de orientações em nível nacional, que possam colaborar com os conselhos regionais e diocesanos na dinamização das responsabilidades e tarefas.

dom esmeraldoSegundo Dom Esmeraldo, esta pauta da assembleia está sendo trabalhada com muita esperança. “Como parte desse caminho que vem sendo feito, queremos discutir, refletir e ver a possibilidade de aprovar na assembleia do Comina um caminho de planejamento em vista da formação e da elaboração de um programa missionário nacional, com objetivos, etapas, metodologia, espiritualidade e com tudo aquilo que pode ajudar os conselhos missionários de cada região a vivenciarem mais de perto a missão, respeitando o específico de cada regional, mas também vendo aquilo que é comum para o Brasil inteiro”, destacou.

Encontro missão Ad gentes

Outro ponto importante discutido na reunião da equipe executiva foi a preparação de um encontro sobre a missão Ad gentes, que será realizado de 18 a 20 de março, no CCM e nas POM. Deste encontro participarão pessoas que já tem experiência de missão em outros países, colaborando com a partilha e a reflexão de suas vivências missionárias.

Para Dom Esmeraldo, a grande motivação deste encontro é o pedido do Papa Francisco para que se celebre de uma forma muito especial o mês missionário de 2019. Neste mesmo ano também acontece o centenário da promulgação da Carta Apostólica Maximum illud, do Papa Bento XV, sobre a missão da Igreja no seu trabalho de ir a outros países e ali poder vivenciar o caminho do Evangelho. “Este encontro de missão Ad gentes será muito importante. Estamos convidando pessoas do Brasil inteiro, sejam aqueles missionários que já tiveram experiências em outros países, sejam os missionários que estão no desejo de também irem para essa missão fora do Brasil”, lembrou o bispo.

Reunião com bispos referenciais

Também esteve na pauta de discussão a reunião com os bispos referenciais, que acontecerá nos dias 15 e 16 de março, em Brasília, também no CCM e nas POM. Essa reunião terá a participação dos bispos que são responsáveis pelo incentivo e andamento da atividade missionária em cada regional, havendo espaço para refletir a proposta de um programa missionário nacional.

O presidente do Comina, Dom Esmeraldo, conclui lembrando que há muito trabalho em preparação ao mês missionário de 2019 e ao Sínodo da Amazônia, que também acontece no próximo ano. “Estamos no ano dos leigos, ano em que celebramos 50 anos do documento e da Conferência de Medellín. Que nós possamos assumir mais ainda essa missão que nos faz ir ao encontro das pessoas, olhar com mais carinho para a vida dos pobres, suas esperanças, angústias, tristezas e alegrias, e dar passos para que tenhamos uma vida melhor e uma evangelização ainda mais missionária”, finalizou o presidente.

Por Pontifícias Obras Missionárias, via CNBB

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.