Horários de Missas

Segunda-feira à Sexta-feira: 7h30, 12h10 e 18h

Sábados: 9h30, 12h e 16h  

Domingos: 9h30, 11h, 12h30, 18h30

 

Notícias › 11/07/2017

Editores de folhetos e subsídios litúrgicos se encontram em Aparecida

De hoje a quinta-feira, 13 de julho, acontece o Encontro dos Editores de Folhetos e Subsídios Litúrgicos, organizado pela Comissão Episcopal de Liturgia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em Aparecida (SP), no Seminário Santo Afonso. Segundo frei Faustino Paludo, assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia “o encontro tem por finalidade assessorar o serviço que os editores prestam à Igreja no Brasil com a elaboração e divulgação de subsídios litúrgicos, refletindo princípios éticos e critérios na perspectiva das celebrações participativas e adaptadas às diferentes realidades do país.

O Ano Nacional do Laicato, a ser comemorado pela Igreja no Brasil de 26 de novembro de 2017, Solenidade de Cristo Rei, à 25 de novembro de 2018, também será objeto de reflexão dos participantes. O bispo de Caçador (SC), dom Severino Clasen, presidente da Comissão Episcopal Especial para o Ano do Laicato, participa do encontro, onde vai expor o sentido e a finalidade do Ano do Laicato. O objetivo é ver como esta temática poderá ser explorada nos subsídios e folhetos litúrgicos.

“No próximo ano, os folhetos e subsídios litúrgicos poderão se transformar num excelente meio para promoção e realização do Ano do Laicato. As comunidades mais distantes e pobres, sem dúvida, tomarão conhecimento e acompanharão os passos do ano do laicato”, disse frei Faustino.

Além do ano do laicato, o encontro tratará dos seguintes temas e agenda: em que e como os subsídios litúrgicos auxiliam na participação litúrgica; projeto das celebrações dominicais da Palavra de Deus; música litúrgica; o espaço litúrgico. Além destes temas, o encontro também promoverá a troca de experiências a partir de perguntas e relatos dos participantes.

Segundo frei Faustino, trata-se de um encontro muito importante em função de reunir pessoas que coordenam a preparação de subsídios que atingem milhões de pessoas e toda semana chegam às comunidades. “São meios que exercem uma influência enorme e aos poucos vão delineando o modo celebrativo”, disse.

Por CNBB

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.