Horários de Missas

2ª à 6ª feira: 07:30 - 12:00 - 18:00 Sábados: 09:30 - 12:00 - 16:00 Domingos: 09:00 - 11:00 - 12:30 - 18:30

Evangelho do dia › 06/09/2016

3ª-feira da 23ª Semana Tempo Comum

1ª Leitura – 1Cor 6,1-11

Irmão contra irmão vai a juízo,
e isso perante infiéis!
Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios 6,1-11 Irmãos:
1 Quando um de vós tem uma questão com um outro,
como se atreve a entrar na justiça perante os injustos,
em vez de recorrer aos santos?
2 Será que ignorais que os santos julgarão o mundo?
Ora, se o mundo está sujeito ao vosso julgamento,
seríeis acaso indignos de deliberar e julgar
sobre questões tão insignificantes?
3 Ignorais que julgaremos os anjos?
Quanto mais, coisas desta vida!
4 No entanto, se tendes dessas questões a resolver,
recorreis a juízes que a igreja não pode recomendar.
5 Digo isso, para confusão vossa!
Será, então, que aí entre vós
não se encontra ninguém sensato e prudente
que possa ser juiz entre irmãos?
6 Ao invés disso, irmão contra irmão vai a juízo,
e isso perante infiéis!
7 Aliás, já é uma grande falta haver processos entre vós.
Por que não suportais, antes, a injustiça?
Por que não tolerais, antes, ser prejudicado?
Pelo contrário, vós é que cometeis injustiças e fraudes,
e isso contra irmãos!
9 Porventura ignorais que pessoas injustas
não terão parte no reino de Deus?
Não vos iludais:
nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros,
nem efeminados, nem pederastas,
10 nem ladrões, nem avarentos, nem beberrões,
nem insolentes, nem salteadores
terão parte no reino de Deus.
11 E vós, isto é, alguns de vós, éreis isso!
Mas fostes lavados, fostes santificados,
fostes justificados pelo nome do Senhor Jesus Cristo
e pelo Espírito de nosso Deus.
Palavra do Senhor.

Salmo – Sl 149, 1-2. 3-4. 5-6a.9b (R.4a)

R. O Senhor ama seu povo de verdade.
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia
1 Cantai ao Senhor Deus um canto novo, *
e o seu louvor na assembléia dos fiéis!
2 Alegre-se Israel em Quem o fez, *
e Sião se rejubile no seu Rei! R.3 Com danças glorifiquem o seu nome, *
toquem harpa e tambor em sua honra!
4 Porque, de fato, o Senhor ama seu povo *
e coroa com vitória os seus humildes. R.

5 Exultem os fiéis por sua glória, *
e cantando se levantem de seus leitos,
6a com louvores do Senhor em sua boca *
9b Eis a glória para todos os seus santos. R.

Evangelho – Lc 6,12-19

Passou a noite toda em oração.
Escolheu doze dentre os discípulos,
aos quais deu o nome de apóstolos. + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 6,12-19 12 Naqueles dias, Jesus foi à montanha para rezar.
E passou a noite toda em oração a Deus.
13 Ao amanhecer, chamou seus discípulos
e escolheu doze dentre eles,
aos quais deu o nome de apóstolos:
14 Simão, a quem impôs o nome de Pedro, e seu irmão André;
Tiago e João;
Filipe e Bartolomeu;
15 Mateus e Tomé;
Tiago, filho de Alfeu, e Simão, chamado Zelota;
16 Judas, filho de Tiago,
e Judas Iscariotes, aquele que se tornou traidor.
17 Jesus desceu da montanha com eles
e parou num lugar plano.
Ali estavam muitos dos seus discípulos
e grande multidão de gente de toda a Judéia e de Jerusalém,
do litoral de Tiro e Sidônia.
18 Vieram para ouvir Jesus
e serem curados de suas doenças.
E aqueles que estavam atormentados por espíritos maus
também foram curados.
19 A multidão toda procurava tocar em Jesus,
porque uma força saía dele, e curava a todos.
Palavra da Salvação.

Reflexão – Lc 6, 12-19

Jesus não quis realizar sozinho a obra do Reino, mas chamou apóstolos e discípulos para serem seus colaboradores. Nós, ao contrário, muitas vezes queremos fazer tudo sozinhos e afirmamos que os outros mais atrapalham que ajudam. Com isso, negamos a principal característica da obra evangelizadora que é a sua dimensão comunitário-participativa, além de nos fazermos auto-suficientes, perfeccionistas e maquiavélicos, pois em nome do resultado do trabalho evangelizador, excluímos os próprios evangelizadores, fazendo com que os fins justifiquem os meios e vivendo a mentalidade do mundo moderno da política de resultados, isto porque muitas vezes não somos evangelizadores, mas adoradores de nós mesmos.

Fonte: CNBB