Horários de Missas

Segunda-feira à Sexta-feira: 7h30, 12h10 e 18h

Sábados: 9h30, 12h e 16h  

Domingos: 9h30, 11h, 12h30, 18h30

 

Artigos › 18/02/2020

Por que o jejum faz de você uma pessoa mais livre

almost-time-4792655-640

À primeira vista, o jejum pode parecer uma prática difícil, sem benefícios claros. Embora possa ajudar a perder peso, a disciplina envolvida é muito exigente.

No entanto, se formos capazes de permanecer fiéis a um regime de jejum (especialmente durante a Quaresma), os benefícios espirituais serão profundos. De fato, você pode experimentar uma liberdade que nunca pensou ser possível.

Uma das principais razões pelas quais o jejum leva à liberdade é porque muitas vezes somos “escravizados” pela comida, quer percebamos ou não. Certos alimentos podem ter poder sobre nós e, se não tomarmos cuidado, podemos acabar com hábitos alimentares que colocam em risco nossa saúde e nosso bem-estar espiritual.

Por outro lado, quando jejuamos de determinados alimentos (como doces, por exemplo), assumimos o controle da situação e desenvolvemos a capacidade de dizer “não!” Essa é uma habilidade poderosa que o jejum pode trazer para nós, levando a uma liberdade que talvez nunca tenhamos experimentado.

O jejum é um exercício de liberdade. Seu objetivo é treinar sua vontade para fazer a vontade de Deus. Treinar sua vontade de obedecer ao Senhor.

A liberdade é o requisito absoluto para a vida cristã. A maioria das pessoas pensa que liberdade é conseguir aquilo que se quer, mas não entende que são as paixões que as controlam.

Jejuar é dispor de si mesmo para fazer a vontade de Deus. O propósito do jejum é torná-lo capaz de dizer não a si mesmo e sim ao que o Senhor deseja. É um exercício de liberdade.

O escritor espiritual Thomas Kempis sobre como Jesus quer que sejamos livres para aceitar sua vontade e, para isso, precisamos nos negar de vez em quando.

Que você seja despido de todo egoísmo e, com toda simplicidade, siga apenas Jesus; poder morrer para si mesmo e viver eternamente para [Cristo]. Abandone-se, resigne-se e desfrutará de muita paz interior.

Ao pensar em fazer jejum, lembre-se deste benefício da liberdade e de como negar para si certos alimentos pode trazer uma paz espiritual duradoura. Em vez de sermos governados pela geladeira, estaremos no controle e experimentaremos a verdadeira liberdade sobre nossos sentidos.

Via Aleteia

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.